Você sabia que mesmo imunizado contra a gripe, deve tomar novamente a vacina no próximo ano?

A gripe infecta cerca de um bilhão de pessoas anualmente e para evitar as consequências mais graves dessa infecção, é indicada a imunização através da vacinação anual.

A influenza ou gripe como é mais conhecida, é uma infecção viral respiratória febril aguda, altamente contagiosa e que afeta indivíduos de todas as faixas etárias. Ela pode infectar as pessoas durante o ano inteiro, mas os casos mais comuns ocorrem no outono e inverno quando as temperaturas abaixam e as pessoas tendem a ficar em ambientes fechados por mais tempo, o que favorece a transmissão viral. Os vírus da influenza podem ser do tipo A, B, C e D. Os mais relevantes em termos de saúde pública são os dos tipos A e B, sendo as pandemias geralmente causadas pelos vírus da influenza do tipo A.

A transmissão da gripe acontece pelo contato com partículas eliminadas por pessoas doentes ou até mesmo pelo contato com a mão ou objetos contaminados por secreções de pessoas enfermas.  Os sintomas mais comuns da síndrome gripal surgem de forma abrupta e incluem febre, tosse, dor de garganta, dor de cabeça, dor muscular e nas articulações. Esses sintomas geralmente duram de 3 a 7 dias, exceto a tosse que pode persistir por mais algumas semanas.

Segundo a Sociedade de Pneumologia e Tisiologia do Estado do Rio de Janeiro, a infecção pelo vírus da influenza facilita a infecção por bactérias que causam otites, sinusites e pneumonias, além disso a gripe também está associada ao agravamento de doenças crônicas como asma, bronquite, insuficiência cardíaca e diabetes.

Apesar de estarmos familiarizados com a doença, a gripe mata mais de 500 mil pessoas por ano, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). A influenza deve ser vista com cautela, principalmente tratando-se de crianças, idosos e portadores de doenças crônicas.

Diferente do que as pessoas pensam, é necessário se vacinar contra a gripe todos os anos. A revacinação anual é fundamental, pois devido à proteção conferida pela vacina após seis meses da imunização, diminui progressivamente. E, também pela variação dos subtipos de influenza circulantes. Como as variantes mudam com frequência, a vacina poderia não proteger contra os vírus do inverno seguinte.

As vacinas podem ser tri ou tetravalente, ou seja, protegem contra três ou quatro cepas do vírus. E você sabe qual a diferença da vacina contra a gripe oferecida nos postos de saúde e a de clínicas particulares, como a Perfil Vacinas?

Todos os anos a vacina contra a influenza têm a sua composição definida pela OMS, que divulga ao Brasil e outros países quais as cepas que mais circularam no hemisfério norte e sul, onde o vírus chega primeiro.

”A vacina trivalente em 2022 tem duas cepas de influenza A, a H1N1 e a H3N2, e uma linhagem de influenza B, a Victoria. A opção tetravalente tem uma linhagem adicional do tipo B: a Yamagata”, explica Mônica Levi, médica e presidente da comissão de revisão de calendários vacinais da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm).

O sistema público, no entanto, compra as doses do Instituto Butantan para o vírus influenza H1N1, H3N2 Darwin e B Victoria, essa última sendo a que a OMS entende que será mais frequente esse ano. Sendo assim, a vacina oferecida nos postos de saúde por ser trivalente não contém a linhagem adicional do tipo B, a Yamagata.

No âmbito individual é possível obter uma proteção extra, investindo na dose com quatro cepas, a tetravalente. É a opção mais indicada para quem pertence ao grupo de risco ou convive com pessoas que fazem parte dele, pois é essencial garantir a proteção completa dentro da sua casa.

Agora respondendo a pergunta inicial sobre quem já tomou a vacina no ano passado precisar tomar novamente, a resposta é sim, essa vacina está atualizada.

Aqui na Perfil, você encontra a vacina tetravalente que oferece mais proteção e tem maior eficácia.

Essa vacina está de acordo com as cepas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (Hemisfério Sul) para a temporada de gripe de 2022. É indicada para prevenção da gripe causada pelos vírus influenza dos tipos A e B contidos na vacina.

Utilizada em adultos e crianças a partir de 6 meses de idade para prevenção da gripe, pois estimula o organismo a produzir defesas contra o agente causador dessa doença, prevenindo-a. A vacina se destina à prevenção da doença, e não ao seu tratamento.

Na formulação da vacina contém proteínas de diferentes cepas do vírus influenza definidas ano a ano, conforme orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Existe a vacina trivalente, com duas cepas de vírus A e uma cepa de vírus B, e vacina quadrivalente, com duas cepas de vírus A e duas cepas de vírus B.

A vacina é indicada para todas as pessoas a partir de 6 meses de vida, principalmente aquelas de maior risco para infecções respiratórias, que podem ter complicações e a forma grave da doença.

Na Perfil  você encontra a vacina da Gripe Tetravalente e no nosso site, você pode acessar todas as informações sobre a vacina e agendar o seu horário. Não deixe para depois, a imunização é muito importante não só para você, mas para todos que convivem com você.

❤️ Agende a vacinação em nosso site e proteja quem você ama! ❤️

📞 Fixo: (13) 3346-6405
📱 Santos: (13) 9-9716-0345
📱 Praia Grande: (13) 9-9119-5325
💻 Site :www.perfilvacinas.com.br
📩 E-mail: contato@perfilvacinas.com.br
🏢 Lembre-se: Imunizar é o cuidado que protege!

*Esse texto foi produzido em colaboração com especialistas da saúde que trabalham na clínica Perfil Vacinas.

Deixe um comentário

Captcha *